ItaliaCast #14 | Carnaval de Veneza | Duas Condições Para Dar Entrada no Processo na Itália

Tempo de leitura: 18 minutos

Carnaval de Veneza

O ITALIACAST # 14 traz no quadro “Enquanto isso na Itália” o Carnaval de Veneza, um dos mais conhecidos do mundo!

Engana-se quem acha que Brasil foi o primeiro a festejar o carnaval.

Muito antes de o Brasil ser descoberto na Veneza já se comemorava esta tradicional festa. 

Quem nunca viu fotos sobre todo o glamour deste Carnaval, das pessoas fantasiadas com roupas que remetem ao passado, usando aquelas máscaras?

Eles também seguem um cronograma de eventos tradicional e competições, sabia?

E no quadro Cidadania Italiana, Sim! 

Sabe quais são as duas condições fundamentais para dar entrada na sua cidadania na Itália?

A primeira já começamos a falar sobre ela no ITALIACAST #13, é a importância da residência, então se você ainda não assistiu, corre atrás, pega os links, porque hoje vamos aprofundar o tema e também falar sobre a segunda condição: a escolha do comune. 

QUIZ 

E a pergunta do Quiz de hoje tem a ver com o nosso assunto:

Quais são os 3 personagens mais conhecidos na tradição italiana de baile de máscaras?

  • a) Pierrot, Colombina e Arlequin
  • b) Pantalone, Brighella e Dottore
  • c) Meneghino, Capitan Spaventa e Beltrame

CARNAVAL DE VENEZA

Carnaval de Veneza

Quando a gente fala em Carnaval logo vem à cabeça o Carnaval do Brasil, que é considerado um dos maiores do mundo, mas nós não demos origem a ele.

O Carnaval de Veneza é bem mais antigo que o brasileiro e, assim como o nosso, atrai pessoas do mundo todo!

Os primeiros documentos encontrados com a palavra “Carnaval” e que descrevem a festa popular de Veneza são de 1094.

Ou seja, bem antes do Brasil ser descoberto, pelo menos uns 400 anos antes! 

Há registros de festas bem semelhantes ao Carnaval desde a Antiguidade, mas não se sabe ao certo qual foi o povo que o criou.

Bom, o fato é que o de Veneza começou há muito tempo.

Carnaval sempre foi uma festa para subverter a ordem social, e surgiram como uma necessidade de conceder à classe mais pobre da população um breve período de festas e divertimento, assim como na antiga Roma. 

E naquela época o Carnaval durava cerca de seis semanas!!! 

Começava no dia 26 de dezembro e terminava na terça antecedente à quarta-feira de cinzas.

Também eram períodos de festas repletos de comida, bebida e todo tipo de excesso, especialmente nas comemorações greco-romanas dedicadas ao deus Baco/Dionísio.

Você deve ter pensado:

“Nossa, aqui nós comemoramos este mês e eles também, que coincidência!”

Não é coincidência! São as mesmas do Carnaval no Brasil e no mundo! 

Assim como em outros países de origem cristã, as datas do Carnaval e outras festas como o Natal coincidem com feriados católicos, pois foi uma forma que a Igreja da época encontrou como forma de facilitar a disseminação do catolicismo pelo mundo, ou seja, se apropriaram dessas festas, alterando seus significados, mas mantendo as datas.

CARNAVAL DE VENEZA NA ANTIGUIDADE

O Carnaval de Veneza alcançou seu apogeu no século 18, época em que iam à festa alguns aristocratas vindos de lugares muito diferentes.

Os príncipes e nobres escapavam da corte para curtir a festa.

A ordem era diversão e os venezianos, considerados naturalmente sérios e contidos, aproveitavam o período do carnaval para liberar-se.

Durante vários séculos Veneza foi a terra do Carnaval, até chegar Napoleão Bonaparte e, literalmente, acabar com a festa, em 1797. 

É difícil imaginar como Veneza foi privada de sua festa tradicional por tantos anos, mas foi somente em 1979, quase dois séculos depois, que o Carnaval voltou. 

Um grupo de moradores, por meio de associações, ressuscitou o carnaval, saindo nas ruas com fantasias, jogos e máscaras.

As autoridades públicas passaram a dar atenção à volta do Carnaval e a investir no incentivo de manifestações e festas.

Os artesãos voltaram a produzir os luxuosos vestidos e fantasias da época de ouro e as pessoas invadiram novamente a Praça São Marcos, palácios e pontes de Veneza.

Não é obrigatório se fantasiar e nem todo mundo usa fantasias, mas se um dia você for, faça como todo mundo, compra pelo menos uma máscara para entrar no clima, afinal de contas, você está no Carnaval de Veneza!!!

E se resolver por na mala uma fantasia que usou aqui no Brasil tome cuidado, porque se for uma muito leve, com pouca roupa, certamente vai passar muito frio, pois o Carnaval e Venezia acontece sempre no inverno.

Fora que o aluguel de fantasias por lá costuma ser bem caro.

As fantasias mais adotadas são as típicas Venezianas do século 18, com a máscara e vestido de manga longa, a maioria com capa e meia grossa para resisitir ao frio!

O Carnaval de Veneza é mais tranqüilo que o brasileiro, considerado bem família, não tem micareta, marchinhas, trios elétricos e vemos muito mais criança e idosos participando.

Aliás, famílias inteiras e grupos de amigos, assim como no Brasil se fantasiam combinando, é muito bacana.

Mas, como todo mundo sabe, a marca do Carnaval de Veneza são as famosas máscaras, conhecidas em todo o mundo.

Elas foram incorporadas às festas como linguagem para uma expressão política e cultural da época e também para dar liberdade para o folião, que se sentia à vontade para fazer o que queria sem ser reconhecido! 

Como já dissemos no Quiz, as máscaras do Carnaval de Veneza são inspiradas nos principais personagens da famosa “Commedia dell’Arte”, onde os atores faziam apresentações repletas de improvisações e sátiras sociais, com interação com o público.   

Os personagens interpretados nessas apresentações de rua acabaram influenciando os venezianos em fantasias de Carnaval. Máscaras dos personagens passaram a ser usadas como uma forma de manter o anonimato em festas e algazarras, além de eliminar a diferença entre gênero e classe social, tema principal das peças da “Commedia dell’Arte”.   

Sobre as modalidades de máscaras podemos destacar:

A “bauta”, usada pelos homens, geralmente com uma capa que cobria todo o corpo.

O rosto era escondido por uma máscara branca triangular, com uma abertura que não os impedia de comer e beber, mas era suficientemente fechada para alterar até mesmo a voz de quem a usava;

Carnaval de Veneza

As mulheres usavam a “moretta” uma máscara preta de veludo oval.

Porém, elas se mantinham em silêncio, já que a moretta era encaixada no rosto por meio de um botão que devia ficar dentro da boca da, o que as impedia de se falarem.

Carnaval de Veneza

A máscara “larva” (que significa fantasma) ou “molto” (que significa face) cobre todo o rosto.

O seu design simples cobre todo o queixo e envolve a face toda praticamente até às orelhas.

É sem dúvida o design mais reconhecido e continua atualmente a ser utilizado por homens e mulheres. 

Carnaval de Veneza

Devido ao anonimato total, esta máscara é ideal para aqueles os que desejam manter o ar totalmente misterioso.

O concorrido Carnaval de Veneza tem duração de 10 dias, começando com um pré evento de abertura.

Este ano (2020) acontece entre os dias 8 e 25 de fevereiro e terá como tema  “Il Gioco, l'Amore e la Follia”, ou seja, “O jogo”, o amor e a loucura”.

A programação prevê mais de 150 eventos espalhados pela cidade, com mais de 300 artistas envolvidos.

A festa carnavalesca de Veneza e costuma atrair milhares de turistas. 

Durante as noites, acontecem os tradicionais e caríssimos bailes em salões e as companhias conhecidas como Compagnie della Calza realizam desfiles pela cidade gratuitamente. 

Como funciona as etapas do Carnaval de Veneza?

Primeiro acontece o pré-Carnaval com a “La Festa Veneziana sull’Acqua”, que é a festa de inauguração do Carnaval de Veneza.

Carnaval de Veneza

Um desfile feito no rio Canareggio com barcos decorados que se assemelham aos nossos carros alegóricos. 

Assim como os brasileiros capricham na imponência dos carros alegóricos, o pessoal de Veneza aproveita a beleza de seus canais para fazer o show do Carnaval!

Na semana seguinte, ocorre a Festa delle Marie, um desfile de moças entre 18 e 28 anos que homenageia o resgate das 12 noivas que foram sequestradas na época do doge (chefe de estado da República de Veneza) Pietro Candiano III. 

Carnaval de Veneza

No ano seguinte, essa vencedora abre as festividades do Carnaval descendo de uma tirolesa do alto da Torre de São Marco até a praça.

Esse momento é conhecido como o Volo dell’Angelo, que é a abertura oficial do carnaval de Veneza.

Carnaval de Veneza

O Volo dell’Aquila segue o mesmo percurso com um convidado especial da cidade. 

Carnaval de Veneza
19.02.2012 Venezia. Carnevale: “il volo dell'aquila” di Fabrizia D'Ottavio. © Italo Greci/Unionpress

No penúltimo dia de carnaval, durante o Gran Gala em Ca’ Vendramin Calergi, é eleita a moça mais bonita, a “Maria” do Carnaval, que será premiada no dia do encerramento, durante a Premiazione della Maria.

Para encerrar a festa, ocorre o Svolo del Leon, quando a bandeira da República do Veneto com o Leão de Ouro é levada até o topo da Torre de São Marco.

Carnaval de Veneza

Ocorrem ainda alguns outros eventos, como os tradicionais bailes de máscaras – privados e caríssimos – e concursos de fantasias.

Aliás, nós vamos deixar o link com a programação do Carnaval de Veneza neste artigo para quem quiser acompanhar!

Nessa época, como era de se esperar, as ruas da cidade ficam lotadas.

Todo ano Veneza atrai cerca de 3 milhões de turistas para o evento! 

Todo mundo quer chegar até a concentração principal, que é a Piazza San Marco, onde desfilam as máscaras mais bonitas e onde acontecem os eventos mais importantes.

Pelas ruas você encontrará lojinhas e banquinhas vendendo máscaras e roupas de carnaval, tudo no estilo veneziano, claro.

Vale a pena também saber  da existência do Venezia Unica, um pass especial por um preço único que dá direito a transporte na cidade, estacionamentos, uso de banheiros públicos e visita aos principais museus e igrejas. 

O maior número de mascarados desfilam entre as 10 e as 16h, durante os desfiles e o concurso de fantasia, que acontece duas vezes por dia.

E se você for e estiver com uma fantasia bonita, não se assuste, muitas pessoas vão te pedir para tirar fotos, porque todo mundo lá é fotografado e pára para tirar fotos, quem vai fantasiado já sabe disso.

E para os mais empolgados, há um concurso para escolher a máscara mais bonita do Carnaval, o Concorso della Maschera più bella, quem quiser pode se inscrever porque é gratuito, vamos deixar o link também, e no dia do concurso deve comparecer à Piazza de San Marco com a sua fantasia.

Mas atenção, a fantasia deve ser bonita porque há uma pré-seleção.

E se você não tem como ir para a Itália, fique de olho porque tem Carnaval de Veneza em duas cidades no Brasil.

Elas acontecem durante a Festa da Gastronomia em Nova Veneza, Santa Catarina, e Nova Veneza, Goiás.

DUAS CONDIÇÕES FUNDAMENTAIS PARA REALIZAR O PROCESSO NA ITÁLIA

Chegou a hora de falarmos sobre as duas condições fundamentais para dar entrada na sua residência na Itália, sendo que a segunda condição explicada abaixo é continuação do tema do Episódio #13, vamos deixar o link ao final.

A primeira condição fundamental é

1)    STATUS MIGRATÓRIO, que é a condição como você está lá, basicamente.

A Circolare 32 nos dá o direito de obter a residência na Itália para fins de inscrição anagráfica, ou seja, para o reconhecimento da cidadania italiana, sem a necessidade de um visto.

Contudo, para esta inscrição, é preciso uma Declaração de Presença (link ao final), a Dichiarazione di Presenza, em território italiano.

Esta Declaração de Presença é feita de duas formas, obrigatoriamente:

– Se o vôo for direto para a Itália de um país de fora do Espaço Schengen (ex. Brasil, link ai final), não é necessário fazer absolutamente nada: o próprio carimbo no passaporte é suficiente para identificar a sua entrada na Itália; ao passar pela imigração italiana, o governo do país tem o controle de sua entrada em seus registros.

Ao entrar como turista, você tem direito a permanecer 90 dias sem nenhuma “autorização” e, por estar com todos os documentos para o processo de reconhecimento da cidadania italiana, poderá solicitar sua residência em um comune.

– Se o vôo provém de um país pertencente ao Espaço Schengen será necessário, ao entrar na Itália, o comparecimento em uma “Questura ”ou seja, Polícia Federal Italiana, para demonstrar a data que entrou no país.

Isso acontece porque, ao “entrar” na Europa, o cidadão recebeu o carimbo da imigração de um outro país que não o da Itália. Depois disso, ele pegou um vôo “doméstico” dentro da União Europeia e não recebeu mais nenhum controle ao entrar neste país.

Se você fez conexão em outro país dentro do Espaço Schengen, precisa ir até a Questura, em até 8 dias, para fazer a sua declaração de presença (dichiarazione di presenza).

A segunda condição fundamental (da qual já começamos a falar sobre ela no ITALIACAST #13) é:

2)    IMÓVEL IDÔNEO, ou seja, você precisa ter certeza que o imóvel onde irá residir pode recebê-lo para fins de residência. Isso mesmo!

Cada tipo de imóvel, de acordo com o tamanho, número de quartos, de banheiro, metragem, pode receber e morar “tantas” pessoas (caso fique com mais pessoas), pois cada imóvel tem uma característica de habitabilidade perante o comune e isso pode variar.

Geralmente se você for o locatário isso fica bem claro no contrato.

Atenção: não confundir domicílio com residência.

Domicílio é quando você não tem a necessidade de se tornar residente naquele comune.

Se tiver parente ou amigo na Itália, cuidado com a questão de ser hóspede se for realizar o seu processo.

Não basta “estar lá” no imóvel/endereço que você informar, é necessário l’iscrizione anagrafica, ou seja, é necessário você comprovar que está residindo neste imóvel por meio do “contratto di affitto” ou da “cessione di fabbricato”, como falamos no ITALIACAST #13.

Se você alugar um imóvel, o documento que você vai apresentar é o próprio contrato de aluguel, que em italiano se chama “contratto di affitto”.

Se você for recebido como hóspede por alguém, que pode ser um familiar, um amigo, um até mesmo um consultor, neste caso o documento utilizado vai ser a “cessione di fabbricato”, que é o documento oficial que alguém que recebe um hóspede estrangeiro usa para isso.

Mais informações sobre “contratto di affitto” e “cessione di fabbricato” na sessão de links deste artigo.

Estas são as duas condições fundamentais para dar entrada na residência e, consequentemente, no processo de reconhecimento da cidadania italiana na Itália.

PARA REFLETIR

Italiacast

O assunto é PROPÓSITO DE VIDA x REALIZAÇÃO

O que você precisa ter na sua vida para se sentir realizado?

Muita gente não sabe!

Para se sentir realizado ou realizada você precisa ter um propósito muito claro de vida.

Fabio conta sua experiência pessoal sobre o seu propósito de vida que resultou em suas realizações, que começou ainda no Brasil.

“A minha realização parte do meu propósito de mudar a vida das pessoas. 

O meu propósito de vida é transmitir o meu conhecimento para outras pessoas e quanto mais pessoas eu conseguir atingir para compartilhar ou ajudar, mais eu fico realizado.

Foi ainda no Brasil, como professor de informática, que eu descobri que o que faz o meu coração cantar, que o que me deixa realizado, é saber que eu estou ajudando outras pessoas a evoluir, a mudar para melhor”.

Antes de pensar em realização pessoal ou em outra área, pense: qual é o seu propósito, o que você quer deixar neste mundo?

Pra quê você acorda todos os dias?

Talvez a resposta não seja tão instantânea, mas busque com clareza o que é e assim você vai conseguir batalhar para alcançar as suas realizações.

Chega uma hora que você já leu tudo o que tem no Portal, viu tudo o que tem no Youtube, mas ainda não escreveu o primeiro e-mail para o comune para procurar o documento do seu Dante causa que é o que tá faltando… se inscreveu no curso de italiano, mas não fala um buongiorno para praticar… 

É claro que tudo tem seu tempo e é importante, sim, ler, estudar, se informar, mas pra você realizar terá que colocar em prática todo o conhecimento que já absorveu, só assim você conseguirá chegar aonde quer!

Ação! Pega tudo o que estamos compartilhando, ensinando e multiplique, coloque em prática e conquiste a sua realização pessoal, profissional, enfim.

“Eu posso te dizer sobre a minha realização de ter conseguido reconhecer a minha cidadania italiana.

Ser italiano reconhecido me faz ser uma pessoa realizada e por isso sou realizado em outras áreas! 

Foi a partir da minha cidadania italiana que me realizei como pessoa, pois documentei o que sou e depois pude me realizar em outras áreas, porque ser italiano, ter a cidadania, me abriu muitas portas.

Me proporcionou ter o trabalho que eu queria, então sou realizado profissionalmente, me permitiu viver com a qualidade de vida que eu queria, então eu vivo num estado de realização em todas as áreas porque um dia eu fui atrás da realização”

Em 2020, faça isso: estude, se informe, faça cursos e paralelo a isso coloque em prática.

E já sabe: no Portal tem todas as informações que você precisa para pôr em prática o que tá faltando para o seu processo.

Semana que vem no ITALIACAST #15 um assunto especialmente para os apaixonados: Giorno di San Valentim e um profissional que você jamais esquecerá na sua vida quando for fazer o reconhecimento da cidadania na Itália:

O vigile urbano e a sua função no processo.

Escolha abaixo como acompanhar o Italia Cast:

OUÇA O EPISÓDIO:

Apple | Spotify | Deezer | Link Geral

VERSÃO VIDEOCAST

Clique no link abaixo para acessar o vídeo no Youtube:

LINKS CITADOS NO EPISÓDIO SOBRE VENEZA

Programação do Carnaval de Veneza na Itália

Concorso della Maschera più bella:

Compra do pass Venezia Unica

Circolare 32

Alugar uma casa na Itália – Cuidados Importantes

Como Evitar Problemas com a Residência na Itália

GOSTOU DO ITALIACAST?

Todos nossos esforços estão voltados para te ajudar, através do compartilhamento do maior número de informações a respeito do nosso querido país.

E este é um canal de mão dupla: nós prometemos te entregar o nosso melhor, e em troca você compartilha suas impressões, experiências, feedback e comentários conosco.

Por isso te pedimos duas coisas:

1 – Deixe sempre um comentário abaixo do episódio (seja no Youtube, Podcasts ou aqui mesmo no Portal) para que saibamos as suas impressões

2 – Compartilhe com o maior número de pessoas que você conhece, assim você nos ajuda com nosso propósito que é atingir o maior número possível de pessoas, combinado?

Então bóra compartilhar este episódio nas suas redes sociais, basta utilizar os botões abaixo 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.